Empatia é isso

Eu tenho uma filha de 6 anos, Laura. Ela é esperta, super comunicativa e articulada, além de organizadíssima (em todos os aspectos). Laura é uma menina criativa, ama dança, música e animais. Carinhosa e cheia de energia, Laura não suporta injustiças, de forma nenhuma.

Há algumas semanas Laura chegou da escola e tivemos a seguinte conversa:

– Mamãe, hoje na escola o pessoal do quinto ano passou na nossa sala e contou a história de uma mulher negra que um dia sentou no lugar de um branco e foi presa. Faz bastante tempo isso, mas aconteceu de verdade. O nome dela era Rosa (Rosa Parks).

– Poxa, filha, que bacana você ter conhecido essa história. É uma história real mesmo e que mudou o rumo da história de muitas pessoas negras.

– Eles contaram também, mamãe, que ela tinha um amigo (Martim Luther King) que morreu porque defendia as pessoas negras.

– Defendia de que, filha?

– Ah, acho que das pessoas que não gostavam delas e não deixavam elas andarem de Ônibus.

– E o que você achou dessa história?

– Não entendi porque as pessoas negras não podiam andar de ônibus. Não tem nada a ver isso. Todo mundo pode andar de ônibus e sentar onde quiser, não é?

– Mas porque você se preocupa com isso, filha? Você não é negra (Dei uma provocadinha!)

– Porque não é justo que as pessoas negras não possam fazer coisas só porque elas são negras. Se eu fosse a Rosa teria ficado muito triste.

Isso é empatia. E é disso que o mundo precisa 

———————————————-

Eu sou Andréa Tavares de Lima, mãe do Bernardo e da Laura e apaixonada por gente, comportamento humano, desenvolvimento infantil, entretenimento e cultura, educação, inovação, viagens e vinho! Sou advogada por formação e empreendedora de coração. Escolhi o Direito pela paixão por escrever e saí dele pela paixão por criar. Criar filhos, histórias, soluções (criativas) para os mais variados problemas, oportunidades e empresas (já criei 2!). Amo escrever e escrever é uma das minhas maneiras preferidas de me relacionar comigo e com o mundo.

Deixe uma resposta